terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Top 10 maiores lutadores da WWE de todos os tempos

Top 10 Lutadores de Todos os Tempos

É um artigo comum, mas é bom para mostrar opinião, é também um artigo fácil de fazer, pois é apenas separar as posições e colocar fotinhos, mas vou fazendo isso por prazer e para tirar um pouco daquela coisa: “- Sabe o SCSA do Wrestlemaníacos?

- Sei, aquele que só sabe falar bullshit e odiar o Cena?

- Esse mesmo.”

Outra coisa a declarar é que a lista é sobre lutadores que já lutaram nos EUA e ficaram com nomes guardados nas grandes companhias. Agora chega de enrolar e vamos a lista:

Número 10: Kurt Angle

O grande campeão olímpico entrou para a WWF/E em 1998, sua popularidade estava no auge, pois tinha sido campeão olímpico de wrestling amador com uma lesão gravíssima (fratura em duas vértebras cervicais, duas hérnias em discos e quatro músculos estourados). Angle sempre foi na sua gimmick, um lutador patriota, tanto que na estréia assoou o nariz na bandeira indiana. Kurt sempre mostrou interpretar muito bem o personagem, com atitude heel e o pensamento de ser sempre o melhor, levando junto de si sempre a medalha de ouro, ele chegou no main event da WWF em pouco tempo, sendo WWF champion e tendo várias lutas de qualidade por títulos, principalmente na Armaggedon Hell in a Cell no Armaggedon 2000, em que reteu seu title, 5 grandes nomes da federação: Rikishi(em menor escala), Undertaker na época American Badass, HHH, “Stone Cold” Steve Austin e The Rock.

Mas não simplesmente os títulos e também os momentos engraçados colocaram Kurt nessa posição. Lutas como a citada anteriormente e outras contra Brock Lesnar, ou Chris Benoit, Rey Mysterio se tornaram clássicos por algo singular em Angle… A sua técnica.

Com o Belly to Belly mais perfeito que o wrestling já viu, Kurt impressionava com a quantidade de suplexes que ele apresentava em ringue mesmo lutando numa empresa que limita seus wrestlers. Com o aprendizado direto do wrestling amador, eram vistos moves como o Fisherman Suplex, German Suplex, Belly to Belly Suplex, Belly to Back Suplex e o principal: Angle Slam.

Um move difícil, necessita uma extrema técnica e força para ser feito com perfeição, já foi aplicado em nomes como Big Show, Mark Henry ou Undertaker.

Para finalizar esse nome, Kurt sempre impressionou com a técnica que impulsionou muitos para o mesmo tipo de luta, até hoje ele nos proporciona lutas espetaculares e belos momentos no wrestling lutando na TNA, onde é main-eventer absoluto.

Angle foi induzido no HoF da Wrestling Observer Newsletter em 2004.

———————————– Top 10————————————

Número 9: Mick Foley

Mick começou a carreira de uma forma que o próprio considera inadequada, no backyard wrestling. Seus saltos do telhado da casa chamaram atenção, ele entrou pro wrestling propriamente dito, treinado em 1986 por Dominic Denucci.

Foley como já demonstrava desde a juventude tinha talento para o hardcore, e foi encima disso que se tornou a lenda que é. Inspirado por Terry Funk, Foley começou a ganhar espaço no wrestling por fazer lutas violentas e além de ter habilidade e muito carisma, sabia mexer de forma espetacular com armas de wrestling. Outro ponto a destacar é a coragem desde wrestler que já sofreu o talho de uma motossera num combate, perdeu a orelha numa luta marcante com Vader(se estiver errado me corrijam por favor) e já foi homenageado por Dave Meltzer, o homem das notas.

Na WWF/E, onde ficou por 12 anos, teve 4 gimmick diferentes(isso, 4!) e numa época, todas ao mesmo tempo: O próprio Mick, Dude LOve, Mankind e Cactus Jack(esta basicamente a personalidade mais cruel dele, que fez mais lutas assassinas, além da personalidade mankind, que era sombria e também arrebentava no hardcore).

Lutas com Ric Flair, Randy Orton, The Rock, Steve Austin, Undertaker, Kane e vários outros constam na lista dessa lenda que também está atualmente na TNA.

Foley foi adicionado ao HoF da Wrestling Observer em 2000.

———————————– Top 10————————————

Número 8: Hulk Hogan

Terry Gene Bollea, ou Hulk Hogan, nunca lutou muito bem, para falar a verdade, nunca lutou porcaria nenhuma e também nunca foi uma pessoa muito agradável, mas este homem de barba loira – ou branca – sempre cativou o público, por algo incoparável, seu carisma e a forma que puxava o povo para si.

O ídolo de John Cena e de Edge(segundo ele numa entrevista no Wrestlemania XXIV) nos seus mais de 20 anos de carreira ganhou muitos títulos e marcas, principalmente na WWF onde venceu dois Royal Rumbles e 6 vezes o WWF championship, sem contar na WCW, onde tomou personalidade heel e comandou a NWO, também sendo 6 vezes World Heavyweight Champion.

Mas o fato da falta de habilidade de Hogan no ringue não foi uma condição para que ele tivesse uma carreira ruim e lutas ruins, longe disso, tanto que um dos maiores clássicos do wrestling, a sua luta contra André The Giant no Wrestlemania III – o maior evento esportivo indoor da história – teve o spot final em que Hogan levanta a enorme massa de André num Body Slam e faz o Leg Drop, terminando esse clássico.

Hogan também foi o homem que parou o “Legend Killer” Randy Orton em sua maré de vitórias sobre as lendas. Hoje, Hogan virou um ator sem sucesso.

Para terminar, uma singela frase que define a carreira de Hogan: Sem ele, o wrestling não seria o mesmo.

Hogan foi induzido no HoF da WON em 1996 e no da WWE em 2005.

———————————– Top 10————————————

Número 7: Randy “Macho Man” Savage

OOOOOOOOOH YEAH! Randy Savage foi treinado por Ângelo Poffo, e começou no wrestling em 1973. Este homem já ganhou vários títulos e prêmios, mas nunca(ou quase nunca) é citado pela WWE como um de seus tops. Motivo que deve-se pela falta de amizade entre este e o titio Vince, isso o tirou do jogo Legens of Wrestlemania.

Falando em lendas do Wrestlemania, este deve ser citado, o Macho Man era uma mescla de tudo que o wrestling nos proporciona e nos deve proporcionar. Carisma, habilidade no ringue e no microfone, além de saber fazer muito bem a gimmick, ele soube contagiar a todos e transformar suas feuds em históricas. Com as hilariantes promos e os agradáveis segmentos junto de sua acompanhante, Elizabeth, Savage conseguia passar o sério e o engraçado ao mesmo tempo na storyline que estava dentro. Na hora de partir para o ataque, sendo heel ou face, o público o adorava e o apoiava. AS lutas, independente do adversário, podia ser Ricky Steamboat ou Hulk Hogan, Savage dava uma magia ao combate que diferenciava suas lutas das outras.

Savage já rivalizou e fez tag com Hogan, Savage já lutou por título Intercontinental, de tag, por WWF championship. Já lutou na WWF, na WCW, no Japão. O Macho Man apareceu até no homem-aranha! Mas sempre onde esteve a atmosfera era diferente, OOOOOOOOOOOH YEAH!

O Macho Man foi posto no HoF da WON em 1996.

———————————– Top 10————————————

Número 6: The Rock

If you smeeeeeeeeeell… Dwayne Jhonson, um superstar de terceira geração, um americano com a descendência da família samoana de wrestling. Este cara de ótimo físico é primo de Umaga, Rikishi e etc.

Rock foi um dos poucos que estreou em um Survivor Series, privilégio que poucos tiveram, começando na WWF depois de ser treinado pelo pai Rocky Jhonson e pela lenda dos anos 60/70/80 Pat Petterson, e de ter jogado futebol americano universitário, quase o levando para a NFL, mas um problema nas costas acabou com os sonhos do garoto. The Rock ainda teve que estagiar em federações menores, até que pode entrar para a empresa a mais de quarenta anos no ramo e também líder de audiência.

No começo na WWF, Rock tinha uma gimmick bem meia-boca, que o levou ao título Intercontinental, contra Hunter Hurst Helmsley, ou HHH, ou Triple H.

Bem, Dwayne acabou reformulando o seu personagem, onde pode botar para fora todo o talento no microfone o The Rock foi o braço direito de Ron Simmons/Faarooq na Nation of Domination, depois liderou essa mesma stable, sempre aos gritos de “Rocky Sucks!”. Porém um face turn e toda o carisma de The Rock o transformaram em WWF champion e o botaram numa feud histórica com SCSA, em que ambos eram neutros, amados pelo público, um anti-herói contra um homem com papas na língua. Com nenhum de protagonista e cada um dando o seu melhor, a feud seguiu durante quase 6 anos! Uma trilogia em Wrestlemanias, que conta muito na carreira de alguém.

Rock tinha uma qualidade razoável no ringue, mas sua extrema qualidade no microfone o levou a Hollywood. Hoje Dwayne Jhonson é um ator de top, tanto que detém o recorde de maior pagamento para uma estréia em Hollywood.

The Rock usava o carisma acima de tudo, e sua manipulação de microfone o botou em sexto lugar na lista, porque tudo o que fazia falando resultou em grandes feuds, segmentos e storylines.

Rock entrou para o HoF da WON em 2007.

———————————– Top 10————————————

Número 5: Bret “Hitman” Hart

The Excellence of Execution. Bret sempre impressionou com a habilidade que mostrava em ringue. Principal membro da possível mais importante família do wrestling, os Hart, canadenses, marca registrada das roupas pretas e rosas. Bret seguia essa linhagem na gimmick e é participante de duas lutas 5 estrelas(das 4 que a WWE tem) contra “Stone Cold” Steve Austin e Owen Hart. Ícone da era pré-attitude, venceu vários títulos na WWF e deixou uma marca, que mesmo após o Montreal Screwjob continua sendo lembrado dentro da WWE.

Já na WCW as cores rosa e preta não deram certo, Bret não obteve o sucesso anterior, com a WCW dominada pela NWO, Bret e seu belo golpe de Submission, o Sharpshooter, não vingaram. Bret assim ficou meio fora do wrestling, nunca fazendo aparições na WWE, por causa dos acontecimentos do Survivor Series 1997.

Bret dentro de uma família líder no mundo do wrestling, mostrou para todos a técnica da perfeição dos movimentos, as lutas espetaculares e os grandes momentos, deixaram o sangue dos apaixonados por wrestling, um pouco rosa e preto.

Bret foi introduzido no HoF da WON em 1996 e no da WWE em 2006.

———————————– Top 10————————————

Número 4: The Undertaker

Taker quase não fala, Taker morre o tempo todo e volta, The Undertaker transformou uma gimmick ruim na preciosidade do pro-wrestling.

Antes de entrar na WWF, Taker era meio que ruivo e tinha uma gimmick de grandão boão guarda-costas de Theodore Long(curioso né?). Sua boa habilidade in-ring o levou para a WWF, ele entrou com o nome Kane The Undertaker. Kane depois viria a ser o nome de seu “meio-irmão”. Mark Callaway ganhou espaço, interpretando de forma perfeita a sua gimmick, sem dar entrevistas, sempre com a mesma cara, em nenhum momento perdendo o profissionalismo e uma forma de luta rápida e fria, como quem entrar para arrematar a porrada, mostrar que ele é um ser sobrenatural e que ele manda, e que enquanto não mandarem ele lutar de novo, vamos ficar no vale da morte.

Com um finisher perigoso e feito sempre de forma espetacular, Taker passou seus até então 18 anos na WWE tendo diferentes fases no seu personagem, sempre acostumadas e feitas de uma forma convincente ímpar. O primeiro Undertaker, a época da máscara, a história de Paul Bearer, o Ministry of Darkness, o American Badass(e a subdivisão Big Evil) além da atual, o Phenom.

Mark tem uma luta 5 estrelas, a Hell in a Cell contra Shawn Michaels em 1997 – opinião agora, para mim existe umas 4 ou 5 HIACs melhores que essa, mas vai entender o Dave Meltzer – foram feuds extraordinárias. Sendo com Kane, Shawn Michaels, Edge ou até mesmo o capeta, Taker sempre sai por cima, sendo dominante, como ele e seu personagem propõem. Isso gerou simplesmente um 16-0 na Wrestlemania, o maior evento da luta livre e por votação popular, o sexto maior evento esportivo mundial.

Com palavras ou não, com uma moto ou não, com feud ou não, Undertaker sempre será dominante, até o fim de sua carreira, em que poderá se liberar do personagem… ou não.

Mark Callaway foi adicionado ao HoF da WON em 2004.

———————————– Top 10————————————

Número 3: “The Heartbreak Kid” Shawn Michaels

“Coloque um poste num ringue, e mande o HBK enfrentá-lo, Shawn conseguira transformar a luta em 5 estrelas e daria um jeito de perder por submissão”. Essa frase define Shawn Michaels. O HBK está a 20 anos na WWE, tem uma mulher que é uma formosura, opa, sai do assunto, ele já fez duas lutas 5 estrelas, uma citada anteriormente e a Ladder match contra Razor Ramon no Wrestlemania X.

Nesses vintes anos na WWE, HBK sempre levou a maioria de suas feuds e lutas nas costas, membro da melhor stable da história, a DX.

Falar da carreira do HBK é difícil, então… basicamente falar dele é difícil, é um misto de tudo que o wrestling quer nos entreter.

Desculpe, não consigo falar mais dele, é simplesmente uma lenda, um ícone, alguém que não terá igual.

HBK foi introduzido no HoF da WON em 2003.

———————————– Top 10————————————

Número 2: “Stone Cold” Steve Austin

HELL YEAH! “Stone Cold” foi o homem que tinha a melhor capacidade de incitar uma feud ou uma storyline que o wrestling já viu. Com uma gimmick de anti-herói, a ousadia e o estilo bem americano de ser, elevou SCSA as alturas, principalmente uma feud com Bret Hart em 1997.

Treinado por Chris Adams, Austin passou por ECW e WCW não sendo mais que um mid-carder, mas com uma gimmick perfeita, atuação melhor ainda e grande investimento do chairman Stone Cold emplacou na WWF e passou 7 anos da suas carreira rechados de títulos e prêmios.

Austin fez parte de uma luta 5 estrelas, Submission Match contra Bret Hart em 1997, apesar desse número, Steve nunca mostrou uma técnica muito avançada no ponto de vista de seus moves. Suplex, Lousz Thesz Press, e mais alguns, mas o seu finisher, o Three Quarter Facelock Jawbreaker, ou de uma forma mais fácil e simples, Stunner, é conhecido como um dos moves mais eficientes que já estiveram nos ringues americanos. Observando a capacidade de destruição na realidade, o impacto do pescoço com o ombro do adversário, poderia ser fatal. A perfeição com que Steve Austin o aplicava era sublime. O Stunner é um derivado do Cutter, criado por Diamon Dallas Page, esse move gerou ainda outras modificações, como o Twist of Fate, ou o RKO.

“Stone Cold” Steve Austin tinha a habilidade de juntar o útil ao agradável, fazia em suas lutas, a junção de todo o momento, toda a storyline envolvida, fazendo com que a luta não se torne apenas o combate em si, mas sim uma mescla dos moves, do tipo da luta, da gimmick, da storyline.

Austin foi incluído no Hall da Fama da WON em 2000, e este ano, 2009, será incluído no HoF da WWE.

———————————- Top 10————————————

Número 1: Ric Flair

WOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!

Ric Flair é Ric Flair, foram 36 anos no wrestling, continuou lutando ativamente até os 59 anos, Flair machucou a perna num acidente de avião em 1975, falaram que ele nunca mais poderia lutar, ele continuou lutando e se tornou uma lenda dos ringues.

Treinado por Verne Gagne e Hiro Matsuda, Flair teve seu ponto auto na NWA e na AWA, onde se tornou uma figura do wrestling já nos anos 70 empilhando títulos e cativando a todos com seu carisma e a forma diferente de combate, além do espetacular finisher, a submissão Figure 4 Leglock feita com uma classe espetacular. Mesmo sendo heel em boa parte das storylines e jogando de forma suja em combate, o público amava o Nature Boy. O conjunto da obra de sua entrada, de seu estilo, de seu carisma de sua técnica, transformava o wrestling em algo diferente, uma viagem(não é nenhum tapa na pantera não seu maconheiro…) que nenhum outro wrestler pode proporcionar.

Esse homem conseguiu elevar wrestlers com seus ensinamentos, com a Evolution, principalmente com Orton, que hoje é o maior nome da WWE. Flair liderou grupos como ninguém lideraria, os 4-Horsemen, mais de 30 wrestlers dentro da stable, mesmo com esse grande número, sempre unida.

Toda storyline que Ric participava, terminava de forma que era um colírio pros olhos, as vezes nem terminava, continuava, a prova disso é a maior feud do Nature Boy, com o futuro Hall of Famer Ricky Steamboat. São 3 lutas 5 estrelas contra “The Dragon”. Flair ainda tem mais 3 lutas do gênero no currículo.

Títulos nem sempre fazem o wrestler, como podem ver HHH tem 13 títulos mundiais, mas não se enquadra aqui, porém Flair tem mais um recorde, 16 títulos mundiais somados em NWA, WCW e WWF/E.

Para finalizar esse grande homem, esse grande wrestler, esse apaixonado pelos ringues, que terminou sua carreira ano passado diante de Shawn Michaels no Wrestlemania XXIV, Flair estará sempre guardado entre nós, nos nossos corações, com lutas lendárias, segmentos lendários, feuds lendárias e um grito que nunca sairá de nossas gargantas: WOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!

Flair foi colocado no HoF da Wrestling Observer Newsletter(WON) em 1996 e no da WWE em 2008.


Diretoria:Daniel e Victor(Wrestling e MMA)

4 comentários:

  1. seus idiotas os melhores sao hbk e taker na minha opiniao e na opiniao da wwe de acordo com o dvd lançado seus burros

    ResponderExcluir
  2. Cadê o maior campeão de todos os tempos ?

    ResponderExcluir
  3. Cadê o Triple H tbm o Undertaker era pra ser o primeiro!!

    ResponderExcluir
  4. o que? hulk hogan no Número 8
    e o que e feito do triple h,john cena e andre the giant.
    principalmente o andre por que e que nao o tem na lista?ele teve 15 anos sem perder um combate!
    nao comcordo nada com essa lista.

    ResponderExcluir